Fast Fast Forward

Evitando crises em viagens: Dicas para tornar suas viagens internacionais seguras

traveling on Business securely

By

Você decidiu que um mergulho na piscina do hotel seria relaxante. Você deixa seu telefone celular no quarto e vai até a piscina. Voltando ao quarto, percebe que o cartão SIM foi removido de seu celular. Ao voltar para casa, você recebe uma ligação da operadora. Aparentemente, alguém gastou centenas de dólares em ligações internacionais em seu nome.

Após fazer check-in em seu hotel, você sai para uma caminhada. Quando volta ao seu quarto, você percebe que alguém vasculhou seus pertences. Não foi feito nenhum esforço para disfarçar a invasão.

Alguém liga para você e mente que um ente querido foi sequestrado. Para garantir sua libertação, pedem que você deposite dinheiro em uma conta específica.

Após chegar ao seu hotel, você decide conectar seu laptop à rede local. Imediatamente uma janela pop-up informa que seu sistema operacional está desatualizado e que você deve instalar as atualizações necessárias. Você instala as atualizações e dá prosseguimento à sua viagem. Ao voltar, você entrega o laptop à equipe de TI do escritório. Mais tarde, ligam para você, dizendo que o laptop estava cheio de spywares. 

Estes não são cenários incomuns. Pessoas que viajam a negócios enfrentam esse tipo de riscos – e mais – todos os dias. Um estudo recente da Ipso Global Advisor perguntou aos viajantes sobre suas preocupações e preparativos para viagens ao exterior. O relatório concluiu que 8 em cada 10 viajantes se preocupam com sua segurança pessoal, mas menos de 4 em 10 pesquisam sobre criminalidade local e os bairros a serem evitados, padrões de segurança do transporte público ou características de segurança de suas acomodações.

A principal preocupação de quem viaja a negócios são os assaltos, com o terrorismo ocupando o segundo lugar. Situações de confinamento ou toque de recolher vêm em terceiro lugar e um incidente terrorista durante o voo ou riscos à saúde como Gripe Aviária, Ebola ou Zika, ocupam a quarta posição. Os viajantes também se mostraram preocupados com roubo de identidade, instabilidade política e sequestros, de acordo com um estudo conjunto da Association of Corporate Travel Executives, a revista Business Traveler e a American Express Global Business Travel.

Embora esses eventos ocupem as manchetes de jornais quando ocorrem, a maioria dos viajantes acaba sofrendo de alguma doença. Dos quase 50 milhões de viajantes anuais, cerca de 8% ou 4 milhões de pessoas adoecem a ponto de ter que buscar auxílio médico, de acordo com o infográfico “Riscos em Viagens de Negócios”, publicado pela revista Risk Management. Aconselhamos que os viajantes adquiram cobertura médica internacional. Algumas empresas do setor de saúde oferecem este tipo de cobertura, tanto por meio de planos de saúde corporativos quanto pessoais, mas pode ser vantajoso adquirir um seguro viagem que forneça auxílio médico ou um voo de emergência para seu país, caso necessário. Verifique alertas de saúde (vírus Zika, por exemplo) e certifique-se de que você tomou todas as vacinas recomendadas e sabe onde encontrar o médico mais próximo que fale seu idioma no país que está visitando.

Antes de ir
O site do Departamento de Justiça dos EUA “Safety and security for the business professional traveling abroad” (Segurança e proteção para o profissional que viaja ao exterior) afirma que pessoas que viajam a negócios devem tomar precauções ao visitar países estrangeiros. Segue um resumo de tudo o que é recomendado e se aplica a todos os viajantes de negócios:

  • Escaneie seu passaporte, itinerário de viagem, carteira de motorista e cartões de crédito. Envie-os para seu próprio e-mail para que você tenha acesso às informações em caso de roubo ou perda de documentos.

  • Escolha suas roupas de modo que não ofendam os costumes locais ou atraiam atenção indesejada. Viajantes percebidos como sendo ricos costumam ser alvos de furtos e outros crimes. Não use joias que pareçam valiosas e não ostente sua nacionalidade.

  • Deixe um itinerário detalhado com sua família e em seu escritório, incluindo uma lista com os contatos dos lugares onde se hospedará no exterior para casos de emergência. Registre sua viagem na embaixada ou consulado de seu país.

  • Verifique com seu médico se há qualquer precaução médica a ser tomada antes da viagem, preferencialmente bem antes de sua data de partida e use pulseiras de identificação que alertem equipes de saúde locais sobre doenças ou alergias específicas.

  • Verifique na Internet se há qualquer alerta para visitantes e consulte os serviços de informação de seu próprio país.

  •  "Limpe" seu laptop e smartphone antes de viajar, garantindo que não contenham contatos, resultados de pesquisas ou dados pessoais sensíveis. Faça um back-up de toda esta informação e deixe-o em casa. Ou, ainda melhor, considere deixar seu laptop ou telefone em casa e usar um aparelho "limpo", que não contenha qualquer informação confidencial.

  • Utilize antivírus, anti-spyware, correções de segurança e firewall atualizados. Já é sabido que organizações de países estrangeiros costumam solicitar atualizações de segurança falsas quando um usuário se conecta à rede local. Em seguida, instalam malwares e spywares no computador do usuário.

  • Nunca guarde itens de valor ou equipamentos eletrônicos em bagagem despachada.

  • Planeje seu traslado com antecedência.

  • Saiba quem procurar em caso de imprevistos. Obtenha o número de telefone e endereço da embaixada ou consulado de seu país no(s) país(es) que pretende visitar.

Durante sua estada

  • Proteja seu passaporte.

  • Não desenvolva uma rotina ou passe sempre pelo mesmo caminho.

  • Utilize táxis autorizados, nunca táxis que não tenham sido agendados.

  • Não ostente seu poder aquisitivo ou identidade corporativa.

  • Não ande com grandes quantidades em dinheiro.

  • Nunca deixe qualquer bebida sem supervisão - alguém pode colocar nela uma droga que cause amnésia e sono.

  • Tenha cuidado com novos conhecidos que tentem extrair informações ou envolvê-lo em situações potencialmente comprometedoras.

  • Tenha cuidado com o seu entorno - conversas podem não ser privadas ou seguras.

  • Não deixe equipamentos eletrônicos sem supervisão.

  • Limpe seu navegador da Internet após cada uso.

  • Não efetue log-in em redes públicas - como em cafés ou hotéis.

Ao retornar

  • Revise seu acesso ao sistema junto ao Diretor de Segurança da Informação de sua empresa.

  • Altere todas as suas senhas, incluindo a do correio de voz, e verifique a presença de malwares em dispositivos eletrônicos.

O que um gestor de risco pode fazer para ajudar

Viajar é parte integral da forma como negócios são conduzidos em nossa economia globalizada e é necessário que se tenha sempre em mente um Código de Cuidados. De acordo com a On Call International LLC, 80% dos viajantes a negócios acreditam que suas empresas têm a obrigação jurídica de protegê-los enquanto viajam ao exterior. Isso significa que as empresas devem estar preparadas para responder de maneira rápida e eficaz a quaisquer incidentes relacionados a viagens, ameaças à saúde, desastres naturais, conflitos políticos e terrorismo.

Existem produtos de seguro como apólices de Acidente em Viagem de Negócios e de Sequestro e Resgate que oferecem respectivamente assistência para viagens e aconselhamento sobre segurança.

No fim das contas, no entanto, o que importa é que o viajante esteja armado com conhecimento local. Uma pitada de prevenção ajudará muito e tornará suas viagens internacionais de negócios bem-sucedidas, seguras e protegidas.

Copyright 1996-2017  XL Group Ltd All Rights Reserved

XL usa duas formas de cookies neste site:

  1. para permitir que o site funcione e memorize suas preferências; e
  2. para estatísticas que tornam o site mais relevante e fácil de usar.

Esses cookies não armazenam informações pessoais. Para mais informações sobre o uso de cookies em nosso site, por favor clique aqui. De acordo com a legislação da União Europeia, você deve consentir com o uso de cookies.

Ao usar este site, você concorda com a instalação de cookies em seu aparelho. Se você optar por mudar suas configurações de cookies, você verá esta mesma mensagem em sua próxima visita.